Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

FOZ DO IGUAÇU (I)

Era nosso terceiro dia em Foz como novos Delegados no Congresso da Federação Internacional de Educação Física. Era a segunda vez que íamos às Cataratas do Iguaçu. Depois de me maravilhar na primeira vez pelo lado brasileiro, forcei a barra até Nilzinha topar fazermos uma parte do circuito do lado de Los Hermanos. Eu e Nilzinha estávamos do lado Argentino, após uma longa estrada de ferro a bordo de um trenzinho e, naquele momento, caminhando por uma plataforma de metal, ao Sol do meio dia, queimando a pele feito brasa, sobre as águas do Rio Iguaçu, rumo a Garganta do Diabo.

E quando chegamos foi de repente.

Não deve ter levado três segundos para eu dizer com a voz muito alta: "Nilzinha, essa é a coisa da Natureza mais bonita que eu já vi!!!"

Acho que nunca eu falei de modo tão espontâneo e tão sincero.

Foi só o que deu pra falar naquela hora... No mais, eu ficava rindo...


 No trenzinho, do lado Argentino.

E os "glóbulos sangríneos ino e vino, ino e vino" na longa plataforma metálica.
E eu também.

Chegamos!
A Garganta
E o canyon diante dela. Não há palavras para descrever e imagens não capturam a grandiosidade.
No dia anterior. No lado brasileiro.

Encharcado sob um Sol de rachar. Maravilha!
Na abertura do Congresso, com meu amigo Walfrido Amaral, do CONFEF.
Com minha amiga, Daiane dos Santos, no churrasco da Casa da Educação Física. Mas essa é outra história...

Um comentário:

  1. Nossa que lugar divino!!!! Ainda vou conhecer!!!!
    Bom saber de seus momentos, moreno!!!
    Beijos

    ResponderExcluir